Ventosaterapia: entenda como funciona e quais as restrições desta técnica tão comentada

Texto patrocinado pelo Espaço Egoz

O ritmo de vida não anda nada brando, não é? Por conta disso, cada vez mais pessoas têm buscado terapias alternativas que proporcionem relaxamento, bem-estar e melhoria na saúde mental e física. A ventosaterapia é uma dessas alternativas que têm sido bastante procuradas. Segundo registros, esse procedimento é usado desde o antigo Egito e é amplamente defendido pela Medicina Chinesa. Para entendermos melhor esse recurso, conversamos com a fisioterapeuta Myrna Barros, que é pós-graduanda em saúde da mulher e sexualidade.

Myrna explica que a ventosaterapia tem como principal objetivo eliminar as toxinas do sangue. Para iniciar a aplicação, a fisioterapeuta diz que segue um protocolo. “Primeiro de tudo eu procuro saber qual a queixa principal. Por exemplo: a queixa principal é uma dor nas costas, do lado direito. Aí eu vou e apalpo, sinto os nódulos e aí eu sei qual o local onde devo concentrar mais: se na região cervical (para cima), se é mais caudal (para baixo) e aí eu vou fazendo esse processo. Depois, eu inspeciono a pele, a integridade, avalio se é uma pele hidratada. Pele não hidratada a gente deixa menos tempo porque fica propício a causar lesões mais rápido. E, após a aplicação das ventosas, a gente fica observando a coloração. A aplicação dura entre cinco, dez minutos”, conta.

Por que a pele onde a ventosaterapia foi aplicada fica vermelha ou arroxeada?

Por se tratar de um procedimento que realiza sucção para o estímulo da circulação, não é raro encontrar pessoas que se submeteram à ventosaterapia com a pele mais avermelhada ou até arroxeada. A fisioterapeuta diz que o profissional que está realizando a ventosaterapia precisa ficar atento ao tempo de aplicação para prevenir a formação de lesões mais intensas e dolorosas. Myrna diz que a cor da região que foi submetida à técnica pode variar também de acordo com a quantidade de toxinas que estavam presentes naquele local. “Quando começa a escurecer bastante, é porque está na hora de tirar [as ventosas]. Por isso que a gente não determina um tempo padrão. Os chineses acreditam que a cor da região tem a ver com a cronicidade que o paciente apresentava. Se o sangue estava muito tóxico, a mancha vai ficar mais avermelhada. Aonde você está mais tenso, é onde vai ficar mais escuro porque ali o sangue está mais tóxico. O sangue fica estagnado nos nódulos de tensão e, quando a ventosa é aplicada ali, ela faz a liberação daquela região e vai ficando mais vermelha que os outros locais”, orienta.

Myrna Barros, fisioterapeuta. Foto: arquivo pessoal.

Melhoria do sono e alívio no período menstrual

Além de todos esses benefícios relacionados à saúde física, a ventosaterapia ainda auxilia na melhoria do sono e é indicada para tratar esse tipo de problema. “Essa técnica é indicada para tratar insônia e estresse. Por liberar as toxinas e jogar nutrientes naquele tecido, ela faz o relaxamento muscular e isso implica na questão cognitiva. A sensação de alívio é imediata”, comenta a fisioterapeuta.

Para as mulheres, Myrna diz que a ventosaterapia pode ser uma aliada na redução do fluxo menstrual e no alívio das temidas cólicas. “Durante a TPM, fazer a ventosa na região lombar e nas costas, segundo algumas pesquisas, pode atenuar o fluxo menstrual e a TPM (Tensão Pré-Menstrual). A minha tese foi em cólica e eu vi que, durante o processo de TPM, a musculatura perto da pelve e da lombar fica tensionada por conta das dores e a mulher tende a se encolher, buscar uma posição mais confortável e, por isso, a musculatura fica toda tensa. Então, antes iniciar o ciclo, ainda na TPM, se ela fizer uma sessão de ventosaterapia para ir liberando e preparando aquela musculatura, vai ser bastante positivo no período menstrual. Claro que não vão ser em todas, mas numa boa parte das mulheres”, esclarece.

Quem não deve usar da ventosaterapia:

  • Crianças
  • Idosos
  • Grávidas
  • Pessoas com febre alta
  • Pessoas com fraturas

Alguns benefícios da ventosaterapia:

  • Relaxamento do corpo e da mente
  • Alívio da TPM
  • Melhoria da capacidade cognitiva
  • Eliminação das toxinas
  • Alívio do estresse

Este conteúdo é patrocinado pelo Espaço Egoz. Lá, você dispõe de uma grande variedade em suplementos, moda fitness e academia feminina.

Espaço Egoz: Rua Tristão Gonçalves (Rua da Vala), 438-A, bairro Centro, Crato-CE.

Renata Linard

Renata Linard

Jornalista, formada pela Universidade Federal do Cariri e criadora da Revista Jambo. Apaixonada por contar histórias, olhar nos olhos e inspirar através da escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *