“Amazônia na rua” acontece amanhã, em Juazeiro do Norte

Foto: Daniel Beltra/Greenpeace

Foto: Daniel Beltra/Greenpeace

As grandes queimadas e o desmatamento da Amazônia têm sido destaque em todo o país e na imprensa internacional. O movimento “Amazônia na rua” defende a preservação da região que é considerada o “pulmão do mundo”. A manifestação deve acontecer em diversas regiões do Brasil, entre os dias 23 e 25 deste mês. No Cariri, o ato acontecerá amanhã, em Juazeiro do Norte, na Praça do Giradouro, a partir das 17h.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegou a insinuar, em suas declarações, que ONGs seriam as entidades responsáveis pela devastação acentuada da Amazônia. Isso porque, segundo Bolsonaro, o repasse para essas entidades teria sido cortado e as queimadas seriam uma forma de pressioná-lo.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que foram registrados 74.155 incêndios na Amazônia desde janeiro, o que significa um aumento de 85% em relação ao mesmo período do ano passado.

Orientações do movimento “Amazônia na rua” para quem irá comparecer:

  • Levar uma sacola para não jogar lixo nas ruas.
  • Vestir preto (simbolizando luto) ou verde (em prol da causa ambiental).
  • Postura pacífica, sem violência ou vandalismo.
  • Acolher quem for para o movimento sozinho

No Instagram do movimento, os administradores do perfil esclarecem que a ação é de ativismo ambiental independente e que, embora esta luta seja um ato político, não tem vinculação partidária. Em Fortaleza, o movimento acontecerá no dia 24, às 14h, na Gentilândia.

Saiba mais clicando aqui.

Avatar

Renata Linard

Jornalista, formada pela Universidade Federal do Cariri. Apaixonada pelo universo do bem-estar e do autoconhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *